Últimos posts



Para os amantes do cinema, ontem foi a noite mais esperada do ano, o grande dia do Oscar. Para consagrar os melhores filmes de 2016, a cerimonia foi comandada pelo Jimmy Kimmel, um dos maiores apresentadores americanos.


Jimmy animou o publico com seu humor e algumas alfinetas. Talvez o momento que mais chamou atenção da noite foi quando ele tweetou para o Trump, atual presidente dos EUA.

Vamos relembrar algumas premiações. 

Melhor Atriz Coadjuvante: Viola Davis - Um limite entre nós.
Muita gente estava na torcida para que a Viola ganhasse, e ela surpreendeu a todos com um discurso emocionante.

"Quais histórias você quer contar, Viola?" Eu digo: Desenterrem esses corpos, desenterrem essas histórias. Histórias de pessoas que sonham alto e não tem esses sonhos realizados."

Viola foi a primeira mulher negra a ganhar o Oscar, Emmy e Globo de Ouro.


Manchester À Beira Mar.



O filme conta a história de Lee Chandler, que é forçado a retornar para sua cidade natal com o objetivo de tomar conta de seu sobrinho adolescente após o pai do rapaz, seu irmão, falecer precocemente. Este retorno ficará ainda mais complicado quando Lee precisar enfrentar as razões que o fizeram ir embora e deixar sua família para trás, anos antes.

O filme foi premiado como Melhor Roteiro Original e também deu o Oscar ao Casey Affleck, como melhor ator.
Vamos combinar que ele deu um show de interpretação, né?


Hacksaw Ridge: Até o Último Homem


Hacksaw Ridge é um filme que conta a história de Desmond Doss, um médico do exército que, durante a Segunda Guerra Mundial, se recusa a pegar em uma arma e matar pessoas. Porém, durante a Batalha de Okinawa ele trabalha na ala médica e salva mais de 75 homens, sendo condecorado, fazendo de Doss o primeiro Objetor Consciente da história norte-americana a receber a Medalha de Honra do Congresso.

É uma pena esse filme não ter tido mais premiações, porque ele foi excelente e pra mim, ele foi impecável. Pra mim, o Andrew Garfield foi o melhor ator de 2016.

O filme levou o Oscar como Melhor Montagem e Melhor Mixagem de Som.

Lion: Uma Jornada Para Casa


Fico triste ao saber que Lion não ganhou nenhuma premiação, mas pra mim ele é um excelente filme. A história é bacana, os atores foram ótimos, a fotografia foi excelente, uma das melhores na minha opinião, o filme é LINDO. Mas fazer o que, né? Nem tudo é perfeito.
O filme conta a história Saroo, um indiano que aos cinco anos de idade se perdeu do irmão numa estação de trem de Calcutá e enfrentou grandes desafios para sobreviver sozinho, até ser adotado por uma família australiana. Incapaz de superar o que aconteceu, aos 25 anos ele decide buscar uma forma de reencontrar sua família biológica.
O filme é emocionante e vale a pena cada minuto. 

La La Land: Cantando as Estações.


O musical foi indicado a 14 categorias, levando nada menos do que 6 estatuetas para casa. Como melhor direção, melhor atriz, melhor trilha sonora. melhor música original, melhor design de produção e melhor fotografia. Quase que levou como o melhor filme. O elenco chegou a subir ao palco e começou a fazer o discurso de agradecimento, mas foram interrompidos pela produção revelando que houve uma troca de envelopes e que na verdade, a estatueta iria pra Moonlight.
Achei justíssimo. Apesar de La La Land ser um filme lindo, uma obra. Ele não está na realidade da maioria da população.
Como o meu amigo Ricardo Manhães disse, atualmente as pessoas que gostam de TV e Cinema, querem SE VER ali, e La La Land não proporciona isso a todo mundo, infelizmente. Porque a história é linda.

Moonlight 


O filme conta a história dos três momentos da vida de Chiron, um jovem negro morador de uma comunidade pobre de Miami. Do bullying na infância, passando pela crise de identidade da adolescência e a tentação do universo do crime e das drogas.

Depois de toda confusão, Moonlight finalmente recebeu o prêmio de melhor filme. O meu preferido era A Chegada, seguido de Moonlight. Eu estava na torcida dos dois, e pra mim Moonlight ter levado a premiação, foi mais do que merecido. Assim como muitos outros filmes que concorreram o Oscar, Moonlight foi um tapa na cara da sociedade, principalmente da sociedade preconceituosa.
Muita gente não gostou, mas como eu disse agora pouco, foi mais do que merecido. Afinal, é difícil para alguns ver os negros se destacando positivamente, não é mesmo?


Além da categoria como melhor filme, Moonlight também ganhou o prêmio como o Melhor Roteiro Adaptado e Melhor Ator Coadjuvante

Mahershala Ali foi o primeiro ator muçulmano a ganhar o Oscar, por sua interpretação de um traficante no filme.


The Arrival (A Chegada)

De todos indicados ao Oscar, A Chegada era o meu preferido para receber o prêmio de melhor filme, e principalmente o de melhor fotografia. Eu achei o filme um absurdo de tão bom, achei a mensagem muito interessante, muito bom mesmo.
É um filme um pouco complexo, mas vale a pena cada minuto, cada detalhe.


Amy Adams pra mim, foi sem dúvidas, a melhor atriz de todas. Ela foi incrivelmente impecável no filme. Ela e o Jeremy Renner deram um show de atuação, convencendo com seus papeis e transmitindo as emoções de forma natural.


A Chegada não é um tipo de filme para quem ama tiro, porrada e bomba, e sim um filme que vai te trazer questionamentos, que te faz ficar pensando no sentido da vida. É um filme inteligentíssimo que pode te dar um nó na cabeça.

Bom, pessoas, é isso. Relembrei alguns momentos e falei de alguns filmes. Espero que tenham gostado.
Beijos e até a próxima

Postado por: Lívia Santos

Compartilhe com os amigos

Comente pelo Facebook!

Comente pelo Blog!

Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *