Audrie & Daisy: Documentário que retrata abusos sexuais.

14:00:00

Gente, no post de hoje eu vim falar sobre um documentário que eu assisti ontem e eu precisava vir aqui postar sobre isso. O documentário me deixou muito triste e me deu muita raiva, porque infelizmente os anos vão passando e parece que a sociedade não evolui. O documentário se chama Audrie and Daisy - 2016


O documentário conta a história de garotas do high school que foram abusadas sexualmente por colegas da escola, e como se isso não fosse suficiente, elas ainda tiveram que enfrentar ódio gratuito na escola e na internet.
E sabemos muito bem que em casos assim, muitas pessoas querem culpar as vítimas, chamando de puta, falando que se elas não estivessem naquele local, o abuso não teria acontecido, que elas não deveriam estar com aquela roupa, não deveriam estar bêbadas.
O fato de uma mulher estar com uma roupa curta, em uma festa ou completamente bêbada, NÃO da a ninguém o direito abusar dela. Isso é crime, é errado.

E uma das coisas que mais me deixou revoltada com o documentário, foi que os cara que cometerem o abuso ficaram falando "nossa vida mudou muito depois disso, não sabemos o que iremos fazer". E a vida dessas garotas? Será que esses caras não pensaram antes? Será que eles pensam que é fácil ser estuprada e depois ter vídeos e fotos divulgados na internet? (Porque pra mim isso foi estupro, você forçar uma pessoa a transar com você sem o consentimento dela é estupro), será que eles pensam que é fácil ouvir piadinha de várias pessoas te chamando de vadia, de puta?
Pedir desculpas não vai apagar o que aconteceu e seria mais digno pensar antes de fazer e NÃO fazer.
A partir do momento que a mulher diz não, ou esteja inconsciente e incapaz de responder pelos seus atos, é crime, é errado ter relações sexuais com elas.
É nojento ver a sociedade culpando as vítimas por situações que elas não foram culpadas, ver a sociedade falando que as vitimas deveriam ter previsto que isso poderia acontecer. CARA, COMO ASSIM??
Eu fiquei chocada ao ver que isso acontece com muito mais frequência com as meninas que estão no high school e ver também que os meninos dessa idade acham que isso é legal, que estuprar é legal, que expor o abuso nas redes sociais é legal.

Infelizmente, situações como essa deixa um trauma muito grande nas pessoas e nem todo mundo sabe lidar com isso, nem todo mundo tem uma base emocional boa para conseguir superar e esquecer todo o sofrimento. E no documentário isso é bem retratado, infelizmente nem todas as histórias contadas no documentário teve um final de superação, infelizmente teve gente que não aguentou e acabou cometendo suicídio.
Agora eu me pergunto, como é que esses caras conseguem dormir a noite? Como conseguem levar uma vida normal e agir como se nada tivesse acontecido?

O documentário é feito com familiares e amigos das vítimas e até mesmo com algumas vítimas que conseguiram superar isso, mas infelizmente nem todas conseguiram. E também tem a entrevista com dois caras que cometeram os abusos, porque faz parte da pena deles dar entrevista pra esse documentário. E ver esses caras falando da muita raiva, você não acredita nas coisas que eles descrevem e como alguns deles falam água querendo culpar a vítima. E uma das coisas mais chocantes também, é ver que até mesmo a lei, faz vista grossa pra alguns casos, porque culpam as vítimas.
Muito triste, né? Ver as vítimas sendo culpadas, ver vidas sendo destruídas e famílias inteiras sofrendo.
Hoje em dia, ainda bem, eu sou uma pessoa que tem muito empatia pelos outros e tento sempre me colocar no lugar de todo mundo, e eu me senti muito triste por essas meninas, por essas famílias e gostaria de poder dar um abraço em cada um.

Então, pessoas, é isso. Eu gostaria MUITO que esse documentário fosse visto por todo mundo, por adolescentes, pais, avós e etc. O documentário ta disponível na Netflix. Acho que com 13 e 14 anos já da pra colocar o adolescente pra assistir.
Eu não sei ao certo o público do meu blog, mas gostaria de pedir aos rapazes de cabeça oca para jamais abusar de uma mulher, vocês não sabem o quão doloroso isso é para as vítimas.

Trailer


Até a próxima.
Postado por: Lívia Santos

You Might Also Like

0 comentários

Produto do Mês

Produto do Mês

Instagram

Subscribe