Mindhunter: Crime & Psicologia

by - 22:30:00

Voltando aos poucos a postar no blog, eu não poderia deixar de falar sobre meu tema preferido que é sobre o mundo do cinema e da TV.
E eu vim dar dica de uma série que tem tempo que eu quero dar, mas nunca dei.

MINDHUNTER


Já era pra eu ter falado dessa série tem séculos, mas enrolei enrolei e agora estou aqui. Como muitos sabem, Mindhunter é uma produção original da Netflix, baseada no livro Mindhunter do John E. Douglas. A série dividiu a opinião de muitas pessoas. Pra mim sem dúvidas foi uma das melhores de 2017.
Como eu nunca li o livro, vou me basear na série.

A série se passa nos anos 70 e o Holden Ford é um negociador de reféns e com o passar do tempo ele vai se identificando mais com a parte psicológica dos crimes, ele quer entender ao certo como a mente dos criminosos funciona.


Ele encontra muita dificuldade pra se dedicar a isso, principalmente para obter aprovação. Porque se hoje em dia muitas pessoas ainda não levam a psicologia a sério, imagina no final dos anos 70? A polícia em geral, o FBI, não da a mínima pra isso. 
Ele arruma um parceiro, o Bill Tench, que embarca nessa jornada com ele e eles começam viajando juntos para vários estados dos EUA em busca de entrevistar criminosos e dando aulas para policiais mostrando que a mente dos criminosos precisa ser estudada. 




No final dos anos 70, os crimes deixaram de ser um pouco passionais. Os assassinatos ocorriam dentro da própria família e entre amigos, e no final dos anos 70 os criminosos cometiam seus crimes com pessoas aleatórias, e isso dificultava bastante você ligar o assassino à vitima.
No FBI foi criado uma analise de ciência comportamental, para analisar o perfil, a mente dos criminosos e como eles cometiam esses crimes. A primeira pessoa que se interessou de fato por isso, a começar a entrevistar os criminosos foi o Holden Ford. Na série a gente vê bem a fundo em como ele começou a se interessar por isso.

Talvez muita gente não tenha gostado da série porque ela tem um ritmo diferente das outras, a série mostra como funciona essa questão investigativa, a mente dos criminosos, as entrevistas com os criminosos e não o assassinato em si. Eu achei sensacional e já terminava um episódio querendo assistir outro. A série é muito basada em diálogos e esses diálogos te prendem muito.
Se você é o tipo de pessoa que diz que uma série ou um filme só é bom quando tem ação com muita pancadaria, tiros e etc, é melhor você analisar seus conceitos sobre gostar de coisa boa. Porque séries que levantam questionamentos, reflexivas, também são excelentes.

Um ponto muito interessante que o Ford explica na série, é que a sociedade acha que uma pessoa que se torna uma criminosa já nasceu assim, quando na verdade a sociedade tem uma grande influência que faz com que a pessoa se torne algo de bom ou ruim. O que muitos não sabem, é que principalmente as circunstâncias da infância das pessoas tem muita relação com quem elas vão ser quando se tornarem adultas.

Sem mais delongas para não dar spoilers, meu conselho é: ASSISTAM ESSA SÉRIE. Ela tem um ótimo elenco, uma ótima direção, uma ótima fotografia, uma direção de arte impecável que cria todo um cenário dos anos 70, uma trilha sonora MARAVILHOSA e acredite, a trilha sonora faz toda a diferença em uma série ou em um filme. Mas também, né, o David Fincher é um dos produtores executivos da série, e os trabalhos dele são foda.
Você vai se apaixonar, tenho certeza. E pra finalizar, além de mostrar sobre a vida dos criminosos, a série mostra um pouco da vida dos personagens tipo Holden Ford, Bill Tench.



Trailer:


Bom, pessoal, é isso. Quem ainda não viu a série vale a pena ver.
Beijão e até a próxima!

You May Also Like

0 comentários